Guilherme

 

Olá pessoal, como estão? Hoje estou trazendo um post sobre a antiga lenda do espantalho que corre solta aqui no Brasil, e no final do post irei interligar a lenda do espantalho com o Vanir, que é um dos dois panteões de Deuses nórdicos.

A lenda do espantalho muitos de vocês já devem ter ouvido. Alguns dos mitos que rolam soltos, são:

  1. Espantalho sem cabeça: Significa morte de algum familiar, então caso encontre um, significa que alguém da sua família irá morrer.
  2. Espantalho sem a mão: Significa traição, por isso, caso encontre algum espantalho, sem uma das mãos, ou sem as duas fique esperto.
  3. Espantalho sem os pés: Significa que você está próximo de alguém com inveja, se ao andar pelo campo, se deparar com algum espantalho sem os pés, tome cuidado, essa inveja que estão sentindo pode causar problema a você.

Um caso contado muito em áreas ruais aqui no Brasil, é o fato que se passou na região rural de Ibirubá, no estado do Rio Grande do Sul. Segundo a lenda, um morador rural Antônio, ficou sabendo que seus vizinhos tinham mudado de residência, e a fazenda vizinha já tinha um novo morador, uma família com 5 filhos.

Antônio percebeu que essa família era empenhada, e muito dedicada ao trabalho rural, e no segundo dia morando ali no sítio, tinham feito uma horta grande com um belo espantalho no centro. Seu Antônio passou algum tempo observando esse espantalho, e de relance teve a impressão de ter visto sair sangue dele. Ao aproximar-se percebeu que o sangue tinha desaparecido.

No dia seguinte, Antônio passando por ali novamente, percebeu que o espantalho estava quieto, sem nenhum movimento, e de repente a cabeça caiu. Antônio se assustou e saiu correndo. No quarto dia, Antônio percebeu que a cabeça do espantalho estava no lugar. Antônio observou-o atentamente quando viu um homem sangrando no lugar do espantalho, Antônio se assustou mais se aproximou, e viu que era apenas o espantalho, nada passou de uma ilusão de ótica.

Antônio dormiu inquieto, o fato do espantalho dos vizinhos estava deixando-o intrigado. Quando ele acordou observou que na fazenda vizinha tinha muitas viaturas da polícia, Antônio olhando para o espantalho observou que quem estava no local dele era seu vizinha todo ensanguentado. Segundo a polícia, ele foi esfaqueado e em seguida pendurado ali, e o espantalho, misteriosamente desapareceu.

Bom, a lenda é essa, e sabendo a lenda, podemos fazer certas ligações com o Vanir, o grupo de Deuses nórdicos, na qual eram deuses da fertilidade, prosperidade. Esses deuses mantinham, as plantações sempre férteis e vivas.

Algumas tribos, em tributo aos deuses do Panteão fizeram nos pomares, uma figura grande no centro da plantação com o intuito de proteger, e manter o solo fértil, e essas figuras eram para eles os deuses.

Mas, segundo as lendas, essas figuras, para manter a fertilidade e prosperidade no vilarejo cobrava um sacrifício anual de um casal, de preferência casal jovem. Caso o casal não fosse até ao pomar no dia exato marcado todos os anos, os deuses destruiriam todo o vilarejo, e fariam a vida dos moradores um caos.

Essa lenda é contada de outras maneiras por filmes, coo o filme Espantalho, e o episódio 11 da primeira temporada da série Sobrenatural/Supernatural.

filmespn1Pessoal, só para finalizar, uma curiosidade, os deuses que fazem parte do panteão são: Aegir, Frey, Freya, Gerdr, Gullveig, Kvasir, Njörõr e Ran.

Se quiserem, postarei um pouco sobre cada um deles futuramente. Obrigado por acessarem pessoal, enviem seus relatos sugestões para: relatos.sobrenaturais@hotmail.com