Guilherme

Concerteza você que mora em Araraquara já entrou ou passou perto pelo cemitério dos Britos, este relato foi mandado para o nosso e-mail e não querem se identificar, eu colocarei do mesmo jeito que escreveram para o nosso e-mail.

Apos a prisão dos Britos, Rozendo de Sousa Brito, acusado de assassinar o Coronel Carvalho e Manuel de Sousa Brito, foram linchados na noite do dia 06 para dia 07 de Fevereiro de 1897, episodio que repercutiu por todo o país, e rendeu a Araraquara o apelido de “ linchaquara”.

Alguns afirmam que o linchamento foi testemunhado só por uma criança, não identificada, e pelo Padre Antonio Cezarino, o qual recolheu os restos dos Britos com uma carriola enquanto amaldiçoava a família Carvalho e a cidade.

A mãe de Rozendo arrasada, deixou a cidade logo após o crime. Conta a lenda que raspou a sola dos sapatos para não levar um grão de terra desta cidade maldita, e que a cidade não se desenvolveria da Matriz para baixo.

Uma das versões diz que os corpos foram arrastados por cavalo ate o local onde foram enterrados. Dizem que por onde passavam, estes abriam valas, motivo pelo qual bairros como o São Geraldo possuírem casas com rachaduras.

Outra versão da maldição diz que os corpos dos Britos estão enterrados no altar da capela do cemitério dos Britos (atual bairro do Vale do Sol), e que anos mais tarde deveriam ser retirados de lá, mas o coveiro que deveria fazer isso, não o fez pois estes vertiam sangue.

Espero que tenham gostado!

Anúncios